• Setalha Digital

Discovery I


O novo modelo da Land Rover, lançado em 1.989, baseado no chassis do Range Rover teve seu projeto (sob o nome "JAY") iniciado em 1.986.

Apesar de ter o mesmo chassis e diversos componentes do Range Rover da época, o Discovery inaugurou o novo motor Tdi (Turbo Direct Injection) que, depois, equiparia toda a linha de veículos da fábrica.


Motor 200 TDI Discovery 1 1991

Este motor revolucionou os 4x4 Land Rover, permitindo um desempenho excelente em asfalto e também no fora de estrada.

A primeira geração do motor Tdi (200 Tdi, o número significava o torque máximo do motor nas unidades Inglesas) tinha, na versão Discovery, 111 CV de potência.

A caixa de câmbio que equipava a Discovery era o modelo LT77, que tinha como característica a marcha à ré ao lado da primeira.


Quando foi lançada a segunda geração dos motores Tdi (300 Tdi, sem que o número tivesse ligação com o torque máximo do motor), diversas modificações foram feitas, visando melhorar o nível de emissão de poluentes e o consumo de óleo do cárter, diminuindo também o tempo para diversos serviços de manutenção, tornando-o o motor mais versátil que a Land Rover já produziu até hoje.


Atualmente a Land Rover não fabrica mais o motor 300 Tdi, sendo a MAXION (sucedida pela MWM INTERNATIONAL) a empresa responsável por suprir estes motores e peças para o mercado mundial. Como este motor atende somente à especificação de emissões EURO II ele não pode mais ser produzido para o mercado interno brasileiro.


Com a adoção do 300 Tdi, a Discovery (e toda a linha) também ganhou uma nova caixa de câmbio (R380 com marcha à ré sincronizada, posicionada abaixo da quinta marcha), nova grade e faróis e lanternas nos parachoques traseiros, novo painel, novo ar condicionado, entre diversos outros itens, melhorando em muito o conforto.


Discovery Série II 1999

Este modelo, chamado de New Discovery na época, foi lançado em 1.995 (chegando ao Brasil logo em seguida) e foi produzido até 1.999, quando foi lançada a nova versão, chamada de Discovery Série II, numa nítida alusão aos 'Série II" apelidados pelo público. Aliás, a Land Rover não foi a única a usar um apelido dado pelo público para nomear seu carro, quem não se lembra do "Fusca" que virou nome do modelo fabricado pela VW?


Desde seu lançamento e até os modelos mais atuais, a Discovery também foi fabricada com opção para motores a gasolina V8, com bloco e cabeçote em alumínio, em versões automática e manual, e também com o motor 2 litros Mpi (nunca importado pela Land Rover do Brasil) de 4 cilindros a gasolina, conhecido pelo seu fraco desempenho.


Atualmente, a versão Série II traz como opção o motor a gasolina V8 (4 litros) e também um novo motor a diesel (Td5) com 5 cilindros, 2.500 cm3 e aproximadamente 135 HP de potência, que leva o novo modelo a declarados 158 km/h de velocidade máxima (versão manual).


No Brasil também agora podemos ter como opção a versão diesel automática que, apesar de estar sempre presente em outros países, era indisponível no mercado nacional.

602 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Pioneiros em serviços de manutenção exclusiva em Land Rover

social-01-512.png
Receba nossas novidades em seu e-mail!

SIGA NOSSO INSTAGRAM

@thespecialist_service

  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

The Specialist © 2019 - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Setalha.com